Políticas de Saúde

ESTUDANTES CONTRA OS PLANOS POPULARES DE SAÚDE No ratings yet.

No 46º Encontro Científico de Estudantes de Medicina – ECEM, estudantes de medicina de todo o país reafirmaram o princípio da DENEM de defesa da saúde pública e se posicionaram contra o plano do Ministério da Saúde de elaboração de planos de saúde populares.

É incabível que diante da responsabilidade constitucional do Estado com o fortalecimento do SUS, o ministério seja ocupado por grupos políticos que visam o desmonte do sistema para proteção dos seus lucros. Esse projeto representa o avanço do capital frente aos nossos direitos: no lugar de investir no SUS e garantir o acesso universal à saúde, o governo propõe o financiamento de planos privados como forma de “cobrir uma falha” no acesso. Esses planos, porém, batem recordes de reclamações e de desrespeito ao consumidor e frequentemente negam atendimentos e procedimentos que não são lucrativos. O desvio de recursos para a iniciativa privada fortalece o mercado da saúde, que não tem a saúde das pessoas como prioridade, e sim o lucro.

O resultado disso é o desmonte mais intenso ainda do SUS e o desamparo da população, principalmente da mais pobre que não tem condição de pagar pela saúde. É nosso dever como estudantes nos posicionarmos frente a esses ataques e nos colocarmos ao lado do povo na luta pelo que é nosso.

O povo brasileiro não merece uma saúde pela metade. O povo brasileiro merece um SUS forte e efetivo. O povo brasileiro merece o fim dos ataques aos nossos direitos.

Please rate this

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *