Políticas Educacionais Posicionamentos

Em Defesa das Universidades Públicas no Brasil! No ratings yet.

No Brasil do Governo Bolsonaro, aprofundam-se as contradições sociais determinadas pela forma como nossa sociedade produz e reproduz a vida: o desemprego cresce, direitos básicos – como educação, saúde, boas condições de trabalho, aposentadoria – são, de maneira mais intensa, colocados em risco.

Na educação, tal projeto de governo se manifesta concretamente sob diversas formas: reduzindo ainda mais o financiamento das instituições públicas, colocando em risco seu funcionamento e cogitando a cobrança de mensalidades dos estudantes.

Sob a falácia de fortalecimento da autonomia financeira das instituições federais, a cogitada cobrança de mensalidade se apresenta como mais uma tática de diminuição dos repasses da União para as universidades, numa conjuntura de contingenciamento que vai ao encontro dos cortes de verbas já instituídos. Ademais, espera-se que os gestores das universidades, tidos como meros administradores, deem conta de manter os serviços básicos funcionando com cada vez menos repasses.

Progressivamente, restringem-se as possibilidades de desenvolvimento de uma ciência autônoma, fundamentalmente pública e garantida pelo financiamento coletivo, impondo aos trabalhadores e à juventude a lógica da mercantilização. Estreitam-se também as possibilidades de uma política de permanência estudantil que dê conta das necessidades dos estudantes.

Em vista disso, a DENEM repudia os cortes na educação e se soma à luta em defesa de uma educação popular, pública, gratuita e de qualidade.

Convidamos os estudantes a se atentarem às ações do governo atual e a contribuir para que os espaços de movimento estudantil sejam também de formulação de alternativas concretas, que deem conta de transformar a insatisfação popular em um novo projeto de sociedade.

[Moção aprovada no 49º Encontro Científico dos Estudantes de Medicina, em Salvador]

Please rate this

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *