Med Pagas

Entrevista com uma comissão de mensalidade No ratings yet.

A entrevista a seguir foi feita com a comissão de mensalidade da Universidade Nove de Julho – Campus Vergueiro, localizada em São Paulo, capital.


COMO FOI CRIADA A COMISSÃO DE MENSALIDADE? 

A ideia surgiu da presidente do Centro Acadêmico (CA) da época, 2016. Conversamos com outras faculdades para ver o que estava sendo feito e percebemos que não tínhamos modelos a serem seguidos, pois nenhuma das que conhecíamos tinha esse tipo de associação formada. Então, em janeiro de 2017 criamos a nossa, de acordo com nossa realidade. Apesar da ideia ter vindo do CA, não somos vinculados a eles, a fim de sermos independentes e nenhuma decisão da Comissão de Mensalidade prejudicar o CA ou qualquer outra associação da faculdade. 

COMO FOI O PROCESSO DE CRIAR A COMISSÃO?

Pesquisando sobre como criar uma associação, descobrimos que precisávamos de: estatuto, ata de fundação e aprovação de 20% do número total de alunos matriculados no curso. Temos os documentos prontos, mas ainda não nos registramos em cartório, pois achamos necessário esperar o tempo de amadurecimento da Comissão e a criação de uma cultura de apoio à Comissão da parte dos alunos (uma vez que criamos esse projeto do zero). 

QUEM PARTICIPA DA COMISSÃO?

Inicialmente, escrevemos um documento explicando os objetivos da Comissão de Mensalidade e enviamos para todos os grupos de WhatsApp da faculdade. Nesse documento, explicamos que cada turma teria o direito de eleger um representante. Foi assim que funcionou, no começo. Porém, hoje, entendendo como a nossa faculdade funciona e tendo muitas desistências dos membros ao longo do caminho, os alunos que desejam ingressar na Comissão se inscrevem pelo Edital de Colaborar e escolhem a diretoria que desejam (temos: Financeiro, Secretaria, Comunicação e Fies/ProUni). 

QUAIS SÃO OS OBJETIVOS DA COMISSÃO?

O objetivo é estar informado, para respaldar os alunos frente à Direção quando houver necessidade e para informar os alunos frente as diferentes questões que permeiam nossa realidade, como:

– Contrato de matrícula e o que isso implica de mudança

– Monitoramento de aumentos e descontos

– Planilha de gastos 

– Mudanças na política e economia do país que podem influenciar nas problemáticas da mensalidade e nos programas de financiamento e parcelamento na universidade

– Programas do governo de acesso ao ensino: Fies e Prouni 

– Contato com outras universidades a fim de obter dicas e informações

COMO ESSA INFORMAÇÃO CHEGA NOS ALUNOS?

Nosso principal meio de comunicação com os alunos é o Instagram. Temos uma parceria com a Atlética, o CA e a IFMSA e eles nos ajudam repostando essas informações e redirecionando os alunos para o perfil da Comissão, assim conseguimos alcançar o máximo de alunos possível. Também usamos os grupos de WhatsApp e as Assembléias do Centro Acadêmico (principalmente quando é uma demanda que precisa de votos). 

COMO ENTRAR EM CONTATO COM A DIREÇÃO?

Aqui na nossa faculdade, a Direção e a Coordenação do curso têm uma comunicação direta com as instituições. Então, pegamos o contato das diretoras com o Centro Acadêmico e marcamos uma reunião para nos apresentarmos. Hoje, o canal é aberto com elas e temos reuniões quando necessário. Nossa relação é amigável e nossas diretoras são muito receptivas (o que sabemos que, infelizmente, não é a realidade da maioria das faculdades).

COMO REQUERER A PLANILHA DE GASTOS? 

Usamos o requerimento da Souza Marques, do Rio de Janeiro, como base para montarmos o nosso. Alteramos o necessário para ajustar à nossa realidade e pedimos para um advogado analisar. Aqui na Uninove, todo requerimento é entregue na Secretaria primeiro. Foi assim que a Direção da Medicina soube da nossa existência e aí marcamos nossa primeira reunião com eles, para nos apresentarmos e explicar melhor sobre nossos objetivos e o que seria esse requerimento. 

Infelizmente, não conseguimos acesso a um documento único e pronto. Porém, entramos num acordo com a Diretoria que elas abririam as contas e nós construiríamos a planilha juntos. Apesar de ser um processo mais demorado e cansativo, conseguimos analisar os documentos OFICIAIS que nos são mostrados (ex.: contrato com Hospital X e quanto foi gasto em 2018 com esse hospital), assim as chances de os números serem maquiados é menor. 

HÁ RELAÇÃO ENTRE A COMISSÃO DE MENSALIDADE E A COMISSÃO DE PAIS?

Na nossa universidade não temos a Comissão de Pais formada.


Caso alguma faculdade encontre dificuldades na criação de uma comissão de mensalidade pode contar com o apoio jurídico da DENEM através do e-mail denem.medpagas@gmail.com

Please rate this

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *