A campanha Estudantes em luta pelo SUS e para além do SUS acontece rumo à 16ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá entre os dias 4 e 7 de Agosto, em Brasilia!

Oito edições depois da 8ª Conferência Nacional de Saúde, que garantiu em nossa Constituição a saúde como direito, a 16ª acontece em um momento político crítico do Brasil: temos na presidência um inimigo da saúde pública que, com uma série de contrarreformas ultraliberais, representa um projeto de precarização da vida do trabalhador e da trabalhadora brasileiros.

O movimento estudantil, junto aos movimentos sociais, deve assumir – mais do que nunca – uma postura de defesa intransigente do Sistema Único de Saúde, como fazemos desde sua criação. Sabemos, porém, que a saúde vai muito além do SUS: a forma como o povo adoece e morre no Brasil é fruto de um processo histórico de como nossa sociedade se organiza. Por isso, a nossa luta deve ser pelo SUS e para além do SUS!

A defesa da saúde pública tem uma premissa fundamental: o entendimento de que saúde não é mercadoria! Desde a criação do SUS, nos deparamos com uma realidade em que o setor privado, ano a ano, ocupa cada vez mais o espaço da saúde pública, comendo parte de seu orçamento e sendo ator fundamental do desmonte do SUS.

Para enfrentar o avanço do setor privado sobre a saúde, o movimento estudantil, junto a outros diversos setores organizados, participa da Frente Nacional Contra a Privatização da Saúde, com a qual construímos uma luta nacionalizada em defesa da saúde pública e do SUS.

Acompanhe aqui por esse portal (no menu lateral) e nas nossas redes sociais a nossa produção para a campanha Estudantes em luta pelo SUS e para além do SUS, rumo a 16ª Conferência Nacional de Saúde! Participe também e envie seu conteúdo pelas nossas redes sociais!